Contato para encomendas e consulta de preços.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Diálogo


Devido as tribulações da vida, não nos damos conta de que a felicidade está tão perto e apalpável.
Toc toc...
-Pois não?
-Posso lhe falar?
-Agora não posso, estou ocupado com a angústia, mas, volte depois.
Toc toc...
-Sim?
-Posso lhe falar?
-Infelizmente o problema financeiro marcou uma reunião e não posso me atrasar, mas volte outra hora.
Toc toc...
-Ah! Você novamente.
-Posso lhe falar?
-Olha, tenho andado ocupado. A tristeza, a angústia, o problema financeiro, desamores...Tenho estado com a agenda lotada. Mas quem é você e por que insiste bater na minha porta?
Perguntou o homem com rispidez.
-Não me julgue pela aparência simplória. Sou a felicidade, que insiste em bater na sua porta. Mas, você está sempre ocupado pra mim.
O homem abaixou a cabeça, logo o aborrecimento, a depressão e o vazio surgiram-lhe para seduzi-lo.
Com pouca força ele ergueu os olhos e perguntou:
-O que queres de mim e o que devo fazer para que fique?
-Deve entregar-me o coração incondicionalmente. Apreciar o céu estrelado quando na noite as nuvens se dissiparem. Namorar ao pôr do sol e se deliciar com as espumas de prata quando na praia, o mar lhe oferecer. Antes de sorver o vinho deve fechar os olhos e aspirar o aroma suave que ele tem...Eu estou nas coisas simples, estarei sempre contigo. Posso entrar?

Lucélia @rtes

Seguidores

Quem sou eu